Treze Rádios Comunitárias (RC’s) realizaram, desde ontem, uma pesquisa de audiência nas províncias de Zambézia, Nampula, Niassa e Cabo Delgado. O estudo tem como objectivo estimar o nível de audiência das rádios comunitárias nestas regiões.

Espera-se que o estudo alcance, durante cinco (5) dias da recolha de dados, uma média 394 de agregados familiares (um total de 5 125 agregados) nas áreas de influência de cada rádio local. A actividade conta com a participação de 102 inquiridores, sendo oito (8) inquiridores provenientes de cada rádio com excepção da RC Cuamba que conta com apenas seis (6).

A pesquisa de audiência, desenvolvida pelas RC’s, tem como parceiro o Programa Para Fortalecimento da Mídia (MSP) que fornece apoio técnico e financeiro. “Este estudo é importante não somente para as rádios envolvidas, como também para a própria comunidade local porque a partir dos resultados do inquérito serão melhoradas as formas de produzir e difundir os programas radiofónicos”, disse Manuel Frio, Assistente Sénior de Monitoria e Avaliação da h2n, envolvido na actividade.

Um estudo piloto foi feito, de 1 a 4 do mês corrente, na RC Ehale em Nacala-a-Velha para testar o questionário. A pesquisa de audiência tem como base o uso da plataforma digital Kobotoolbox para produzir e processar inquéritos. Espera-se que até final deste mês sejam divulgados os resultados do estudo.

O Programa Para Fortalecimento da Mídia (MSP) é financiado pelo Governo dos Estados Unidos da América, através da sua Agência para o Desenvolvimento Internacional (USAID), e implementado pela IREX. O trabalho com as rádios comunitárias é co-financiado pela UNICEF e a Embaixada da Noruega.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *