Durante um período de seis anos, o Programa Para Fortalecimento da Mídia (MSP) que está no processo de descentralização das actividades programáticas, através das três organizações locais (h2n, Mídia Lab e TV Surdo), manteve foco constante na promoção da igualdade e o papel da mulher na mídia.

“Nosso foco foi no desenvolvimento e promoção da mulher dentro da organização, providenciando ao sector da mídia mulheres jornalistas altamente qualificadas e criando uma série de medidas para estabelecer um ambiente de trabalho seguro” disse Arild Drivdal, Representante do MSP, que metade dos trabalhadores e gestores são mulheres. “As organizações focam-se na igualdade de género, isso é uma prioridade e um objectivo transversal”, comentou Arild. Para celebrar as conquistas no género no trabalho, o MSP recentemente organizou uma sessão com o Fórum Mulher que culminou com a inauguração de uma foto de parede das mulheres que compõem a equipa do MSP. “Vejo muita capacidade na equipa, que consiste em mulheres fortes, competentes e determinadas” comentou Nzira de Deus, Directora-executiva do Fórum Mulher, que actua como catalisadora e organização umbrella dos direitos do género em Moçambique. Juntas, as organizações continuarão a desenvolver formas de fortalecer a agenda de género.

O MSP é financiado pelo Governo dos Estados Unidos da América, através da sua Agência para o Desenvolvimento Internacional (USAID), e implementado pelo Mídia Lab, h2n and TV Surdo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *