Durante a visita ao Programa Para Fortalecimento da Mídia (MSP), ontem, a Ministra da Saúde Drª Nazira Abdula e a delegação de sete oficiais do MISAU foram apresentados as actividades das novas entidades locais incubadas pelo MSP: h2n (comunicação para saúde), Mídia Lab (desenvolvimento da mídia) e TV Surdo (mídia inclusiva e direitos para Pessoas Com deficiência).

Durante a visita, a ministra presenciou a formação em comunicação para o pessoal do Hospital Central de Maputo (HCM), participou da gravação do programa televisivo Saúde e Vida – focado na produção de informações sobre saúde e tornando-as mais acessíveis, e assistiu as reportagens de matérias sobre saúde em Moçambique produzidas pelos jornalistas-estagiários do Mídia Lab. A ministra apreciou o facto de as reportagens serem equilibradas, visto que as matérias que abordam o sistema de saúde na imprensa tendem a ser unilaterais e focadas em aspectos críticos. Drª Nazira Abdula também aprendeu os esforços que a TV Surdo tem desenvolvido para providenciar informações sobre saúde sexual e reprodutiva para Pessoas Com Deficiência.

‟O Ministério da Saúde (MISAU) apoia plenamente o trabalho do MSP, e queremos que as actividades continuem e sejam implementadas noutras partes do país”, disse a ministra no fim da visita. As três (3) organizações assinaram um Memorando de Entendimento com o MISAU.

O MSP é financiado pelo Governo dos Estados Unidos da América, através da sua Agência para o Desenvolvimento Internacional (USAID), e implementado pela IREX.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *